Home / Entrevistas / Leroy Sané: “David Silva me impressionou muito. Ele sabe o que fazer com a bola”

Leroy Sané: “David Silva me impressionou muito. Ele sabe o que fazer com a bola”

Leroy Sané chegou no Man City no começo da temporada. Depois de um começo difícil vindo de uma contusão e tentando se adaptar a um novo país e uma nova cultura, o jovem alemão de pouco a pouco vai começando a mostrar seu futebol.

O jogador sentou com o Rob Pollard, jornalista do Man City, e deu uma boa entrevista ao clube.

A família de Sané tem o DNA esportivo. Sua mãe, Regina Weber, ganhou uma medalha de bronze na ginástica nos Jogos Olímpicos de 1984 em Los Angeles, enquanto seu pai, Souleymane, foi um jogador de futebol profissional que jogou para o FC Nurnberg e SG Wattenscheid. Ambos os seus irmãos mais velhos e mais jovens estão envolvidos no futebol.

“Ginastica não é o meu tipo de esporte”, diz ele sobre o caminho escolhido por sua mãe. “Mas eu falei com ela sobre isso e sei que ela era boa. Ela foi a terceira nos Jogos Olímpicos. Eu acho que ela foi a primeira da Alemanha a ganhar a medalha de Bronze. Estou muito orgulhoso disso.”

“Eu brincava muito com meu pai quando era mais novo. Eu e meu irmão sempre dizíamos: ‘vamos lá, você deve brincar conosco!’ E cada vez que ele ia para o gol nós chutavamos.”

“Eu converso com meu pai depois de cada partida sobre como meu jogo foi, o que eu tenho que fazer melhor, quais foram as coisas ruins no jogo e o que eu tenho que fazer melhor nos próximos jogos.”

“Meus pais me ensinaram muito. Tenho os movimentos de minha mãe e a velocidade de meu pai.”

“Eles me ensinaram a me divertir quando você joga. Eles me disseram o tempo todo que tenho que me divertir e fazer o que você quer fazer.”

“Para mim, isso é importante. Eu tento desfrutar de cada jogo e cada sessão de treinamento.”

Leroy Sané disse que adora fintar e driblar os jogadores em campo, principalmente dar canetas.

“Eu tenho feito isso há muito tempo. Quando eu era jovem, toda vez que eu jogava, se eu pudesse dar uma caneta, eu faria isso.”

“Não é porque eu quero irritar o outro jogador. Na minha cabeça é uma maneira de ultrapassar um defensor e é por isso que eu faço.”

“Estou gostando muito do City. É um clube muito grande. Todas as pessoas que trabalham aqui são pessoas boas e me ajudaram muito.”

“Eu gosto disso porque estou jogando, tenho um treinador muito bom e jogo com companheiros de equipe muito bons – David Silva, Yaya Touré, Kevin De Bruyne – eles são muito, muito bons jogadores e eu posso aprender muito com eles.”

“Todas as pessoas que trabalham aqui para o clube quer que o clube fique maior, maior e maior. Isso é uma coisa muito boa. Todas as pessoas ajudam aqui a ajudar os jogadores. Além disso, os jogadores que vieram aqui também querem ganhar para o clube – a Premier League, a Champions League – e eu acho que é ótimo.”

“A grande diferença entre os dois países é que cada jogo é um jogo difícil aqui. Aqui, quando o maior clube joga contra o menor clube, ok o favorito é o grande clube, mas todo mundo sabe que o clube menor tem uma boa chance de ganhar ou talvez obter um empate.”

“Os jogadores da City querem jogar mais futebol e menos bolas longas. Eles não se sentam em sua próprio campo. Eles querem jogar e ter mais da bola do que a outra equipe.”

“Ainda há bolas longas aqui – mas no Schalke havia mais.”

“Aqui, a qualidade é incrível. Todos os jogadores no City são jogadores famosos que jogam para sua equipe nacional. Portanto, a qualidade técnica aqui é alta.”

“David Silva impressionou-me muito, porque se você ver como ele joga, ele sempre sabe o que ele tem que fazer em seguida.”

“Se você ver nos rondos [rodas de bobinho, onde que perde a bola é o ‘bobo’], ele nunca está no centro.”

“Ele é um dos jogadores que realmente me impressionou até agora. Ele pode ler o jogo muito bem.”

“Ele pode ver onde tudo está, ele sabe onde virar para que ele tenha tempo. Ele pode jogar no futebol de um toque e no futebol de dois toques.”

“Treinar aqui foi um passo para mim, porque você está jogando com os jogadores que têm jogado a este nível por um longo tempo. Você sente isso imediatamente pela rapidez com que eles jogam e, sim, você precisa de tempo para se ajustar. Mas agora estou indo muito bem na equipe.”

“Eu me sinto muito, muito bem [ser procurado por Guardiola]. Fiquei muito feliz quando descobri que ele queria que eu jogasse para ele no Manchester City. Foi uma decisão muito rápida para mim dizer que queria vir aqui.”

“Ele falou comigo antes de eu assinar e disse que queria me fazer um melhor jogador, para melhorar as áreas que eu não sou bom. É por isso que eu escolhi o Manchester City.”

“Os jogadores e o treinador estão me ajudando muito para fazer isso.”

Entrevista transcrita do site oficial do Man City

Sobre Evans

Avatar for Evans
Fundador, Twitter, ManCityBrazil TV, Podcast, Correspondente na Inglaterra e Seasoncard holder do Manchester City.

Veja mais

Aymeric Laporte já começa a fazer seus exames médico pelo Man City

A contratação do Aymeric Laporte pelo Man City está cada vez mais próxima. Ontem o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *