Home / Notícias / Man City planeja que Pep Guardiola crie uma dinastia na Premier League, e já planeja uma renovação 

Man City planeja que Pep Guardiola crie uma dinastia na Premier League, e já planeja uma renovação 

Pep Guardiola vai discutir um novo contrato com o Manchester City no verão, com o clube acreditando que ele possui as mesmas qualidades que levaram o Sir Alex Ferguson a criar uma dinastia de longo prazo no Manchester United.

Há um reconhecimento no City de que na era moderna significa que os treinadores de elite têm um ciclo natural de três temporadas nas equipes, mas há um sentimento que Pep Guardiola pode permanecer por mais tempo.

Enquanto o Man City não espera que o reinado do espanhol coincida com o mandato de Ferguson de 26 anos e meio no Old Trafford, entende-se que o presidente, Khaldoon al-Mubarak, ao lado do diretor esportivo, Txiki Begiristain, e o presidente-executivo, Ferran Soriano, acreditam que Pep, 46 anos, poderia estabelecer sua própria era de dominação e sucesso no Etihad Stadium, e permanecer no local por pelo menos uma década. Seu contrato de três anos termina no verão de 2019. 

Guardiola só passou quatro anos em Barcelona e três no Bayern de Munique, mas o clube está confiante de que Pep tem o ambiente perfeito para convencê-lo a ficar mais tempo.

Da mesma forma, os chefes do Man City estão convencidos de que a infra-estrutura no clube não depende do fato de ele estar no comando e a equipe continuará a ser bem sucedida após a sua saída. 

A notícia da suposta tentativa de renovação com Pep Guardiola veio após a confirmação que Raheem Sterling foi abusado racialmente e atacada por um estranho quando ele chegou no CFA no sábado, antes da partida contra o Spurs. Uma fonte próxima a Sterling disse ao Guardian que, como foi relatado pelo Daily Telegraph, o jogador de 23 anos foi chutado e chamado por uma palavra ofensiva por um homem que estava esperando por ele na entrada dos jogadores.

Sterling não se machucou e o clube falará com o jogador na segunda-feira para verificar se ele deseja prestar queixas, embora acredite-se que há imagens de CCTV [câmeras de segurança] para respaldar uma queixa. 

Em uma nota mais feliz, Sterling marcou duas vezes no último triunfo do Man City o que levou o clube a 16ª vitória consecutiva o que é a melhor marca na história do futebol inglês, que pode ser significativo o suficiente para garantir o City o seu quinto título do Campeonato Inglês.

No momento são 11 pontos de vantagem, que na verdade são 12 pontos por causa da grande vantagem no saldo de gols, contra o Manchester United após o 2-1 no West Bromwich Albion no domingo.

Pep Guardiola ao chegar no Man City ficou impressionado com a estrutura do clube. O City Football Academy, que representa um investimento de £200 milhões pelo proprietário, Sheikh Mansour, foi construído para desenvolver jogadores caseiros. Este é um elemento-chave da filosofia de Guardiola porque ele tem como objetivo aproveitar o talento interno e ele vai há muitos jogos da base quando possível.

Contra o Spurs, Guardiola deu a Phil Foden sua estréia na Premier League, o jovem de 17 anos entrou aos 83 minutos no lugar do Gündogan. Foden, que está no Man City desde os 10 anos e foi o melhor jogador do Mundial Sub-17 pela Inglaterra, também fez sua estréia na Champions League nesta temporada.

“Houve altos e baixos, é claro, em Bournemouth, ganhamos no último minuto, Southampton, ganhamos no último minuto”, disse Guardiola enquanto refletia sobre o começo do Man City na temporada.

“A última temporada foi a última temporada. Esta temporada é completamente diferente. Tottenham Hotspur na temporada passada, acho que em comparação com o Chelsea, jogou o melhor futebol da Premier League. Estou bastante feliz porque acho que esta temporada começou a correr bem o nosso jogo em Los Angeles contra o Tottenham na pré-temporada.”

“Nosso primeiro jogo na pré-temporada foi contra o United e perdemos [2-0]. O segundo foi contra o Tottenham e criamos oito, nove ou 10 chances de marcar muitos gols e perdemos muitos. Mas lá vimos todos juntos – os jogadores também, não apenas eu – é assim que temos que fazer isso. Desde então, mantivemos esse nível.”

Guardiola substituiu Sergio Agüero por Gabriel Jesus depois dos 58 minutos no sábado, o que levou o atacante argentino a deixar as luvas no gramado em um claro show de desapontamento. Comentando a substituição, Guardiola disse: “Um manager toma uma decisão e ganhamos, sempre está certo. Quando você não ganha, comete um erro. Simples assim.”

“Sempre quando tomo uma decisão, penso em muitas coisas. Nunca é pessoal porque confio muito nos caras, é por isso que não quero ofender alguns jogadores. Eu entendo, eu era um jogador de futebol, e eu sei que eles querem jogar.”

Isso é normal [Aguero ter saído chateado], os jogadores querem jogar e eu posso entender ele. Aguero quer jogar, ele é um jogador de topo, mas naquele momento eu precisava de um pouco mais de energia com Gabriel, tomei essa decisão.”

“Sempre quebra meu coração quando Danilo não pode jogar, quando Bernardo [Silva] não pode jogar, quando Yaya [Touré] não pode jogar, quando os outros jogadores não podem jogar. Isso sempre quebra meu coração porque eles merecem isso, mas é o que é.” 

Sobre Evans

Avatar for Evans
Fundador, Twitter, ManCityBrazil TV, Podcast, Correspondente na Inglaterra e Seasoncard holder do Manchester City.

Veja mais

Manchester City 5 x 1 Leicester City – Pós-Jogo

O Manchester City recebeu o Leicester neste sábado, em partida válida pela 27ª rodada da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *