Home / Análise dos Jogos / Manchester City 3 x 0 West Bromwich – Pós-Jogo

Manchester City 3 x 0 West Bromwich – Pós-Jogo

O Manchester City recebeu o West Bromwich nesta quarta-feira, em duelo de opostos na tabela, uma vez que os citizens são líderes isolados da Premier League, enquanto o WBA figura na última posição. O jogo, válido pela 25ª rodada da competição, foi disputado no Etihad Stadium.

A semana não tinha sido de boas notícias, após a contusão de Leroy Sané, e, antes da partida, o time ainda perdeu John Stones, por isso, Pep teve que estrear seu grande reforço nesta janela de inverno, o zagueiro Aymeric Laporte, apresentado apenas 24 horas antes. Assim, o City foi a campo com: Ederson; Walker, Laporte, Otamendi e Zinchenko; Fernandinho, De Bruyne e David Silva; Sterling, Aguero e Bernardo Silva. Gundogan entrou no final da primeira etapa, enquanto Brahim Díaz foi para o jogo no segundo tempo.

Foi uma partida de intenso domínio, em que o City criou inúmeras chances, e só foi incomodado pela primeira vez quando o jogo já estava por terminar. Ederson foi um mero expectador em campo, pois o West Bromwich se preocupou mais em acertar tornozelos do que em construir algo no jogo. Assim, os citizens tiveram uma vitória tranquila, que poderia ter sido até por um placar maior, só que ficou de bom grado, principalmente porque significou um aumento de distancia na tabela, após resultados favoráveis na rodada.

A abertura de placar se deu aos 19 minutos, após passe em profundidade de De Bruyne para Fernandinho, o brasileiro se infiltrou bem na área e recebeu livre para tocar entre as pernas de Foster. Curiosamente, o último gol dele também havia sido contra o WBA, em outubro. A equipe quase ampliou aos 23, após contragolpe em que Sterling invadiu a área e deu um toque sutil para Silva cruzar rasteiro, mas a bola passou por todo mundo.

Aos 26, Aguero e De Bruyne trocaram papéis, o argentino deu um belo passe para o belga, que saiu na cara do gol, mas acabou parando no pé esquerdo de Foster. Cinco minutos depois, De Bruyne aproveitou sobra da defesa, após cruzamento de Sterling, e mandou um daqueles chutes venenosos, mas viu a bola passar a centímetros da trave.

O belga estava inspirado, ele teve mais uma chance aos 35, após receber novo passe de Aguero e bater de chapa, mas Foster conseguiu espalmar para escanteio. Antes do primeiro tempo acabar, outra notícia preocupante com a saída de David Silva machucado após choque com Krychowiak. Gundogan entrou em seu lugar.

Na segunda etapa, as chances começaram desde o primeiro minuto, literalmente. Sterling recebeu passe de Gundogan na esquerda, cortou o zagueiro, ficou na cara do gol, e bateu colocado, mas acabou mandando para fora. Aos 66, Zinchenko arriscou de fora, a bola passou perto do gol, mas se perdeu na linha de fundo.

Aos 69, porém, o City conseguiu ampliar o placar: De Bruyne partiu em velocidade, fugiu do carrinho, tocou para Sterling a sua esquerda, que encarou Foster e deu de voltar para o belga, que só teve o trabalho de empurrar para o gol sem arqueiro.

Aos 88 minutos, Aguero sacramentou a vitória, após receber bola de Sterling, colocar na frente e tocar com uma cavadinha na saída de Foster. Com a vitória, o City foi aos 68 pontos, voltando a ter 15 de vantagem sobre o United. Na próxima rodada o adversário é o Burnley, sábado, no Turf Moor.

Sobre Manoel Martins Jr

Avatar for Manoel Martins Jr
Melhor com a caneta nas mãos do que com a bola nos pés.

Veja mais

Manchester City 5 x 1 Leicester City – Pós-Jogo

O Manchester City recebeu o Leicester neste sábado, em partida válida pela 27ª rodada da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *